sexta-feira, 28 de novembro de 2014

A individualidade no casamento!

Oiiiiiiii!


Primeiramente meninas me desculpem pelo sumiço, bateu um desânimo de escrever enorme!

Hoje quero falar de CASAMENTO! :)

Tenho refletido muito ultimamente sobre individualidade e quero dividir  com vcs um cadinho!

Assim que casamos eu fazia uma interpretação errada daquela passagem bíblica que diz que o homem deixará os pais e se unirá a sua mulher e se tornarão uma só carne. Eu achava que isso significava fazer TUDO juntos, ele se envolver nas minhas coisas e eu nas dele. Eu queria e exigia a presença dele em tudo meu e queria participar de tudo dele. E o Ramon muitas vezes falava que não queria ir e teimoso do jeito que ele é (como se eu tbm não fosse haaha) ele não ia mesmo e eu ficava super chateada.

Mas calma ai, vivemos mais de 20 anos tendo nossas vidas individuais, nossos costumes, nossos amigos, nossas manias e agora temos que dividir tudo?





Apenas quando nos permitirmos ser pessoas inteiras e felizes com nós mesmos conseguiremos ser felizes com o outro.

É claro que como tudo na vida precisamos de equilíbrio, quando se prioriza só a vida a dois e se esquece os desejos individuais, um dos lados (ou os dois) podem viver a perda de autoestima, a frustração, raiva, insegurança, etc. Mas também não é para sair por ai achando que ainda é solteiro e dar ênfase somente na sua própria vida, para que não haja um desequilíbrio é preciso muita conversa, nenhum medo de dizer o que pensa, negociarem, traçar metas, etc.

Li que alguns casais que se separam e depois voltam passam a entender isso muito melhor, pq voltaram a ter sua individualidade e quando retomam o casamento já negociam isso. Só pra constar não são coisas erradas não, são coisas como rever amigos, sair pra dançar (as vezes o parceiro não gosta), lá em casa é assim um no pc e outro na TV sem cobranças de atenção, volta e meia conversando mas respeitando o silêncio do outro, sair pra caminhar sozinho na praia, etc.

Existindo a confiança entre o casal, esse tempo pode ser revigorante na relação, acaba de uma vez por todas aquele papo de que é frustrado pq deixou de fazer algo que gostava. E assim, garantindo que cada um tenha seu espaço, ambos podem dedicar-se melhor ao espaço da família.

Quando comecei a viver isso, senti uma grande diferença no nosso casamento, até os eventos que meu marido sempre reclamava de ir, hoje ele topa com facilidade, pq há uma troca, não fica pesado pra ninguém, cada um tem seu espaço sem deixar de amar o espaço que é dividido com o outro.

Espero ter ajudado um pouquinho!

Bjo meninas!

Fonte 1
Fonte 2

6 comentários:

  1. Ótimo post Fê. Beijos.

    kel-rafacasados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito boa as coisas que vc anbda escrevendo sobre casamento...muito util!!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Isso é algo que muitos casais passam, a vida toda fui uma pessoa que preza a individualidade, mas casei e fui morar em outra cidade, e comecei a "seguir" meu marido em tudo, e cobrar dele o mesmo. Estamos aprendendo a respeitar esse espaço.

    Beijos.

    carolinasantiago2803.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Fê! A individualidade é mt importante num relacionamento, pois viemos de famílias diferentes, com educação diferente, temos pensamentos diferentes... é preciso respeitar isso um no outro. Qdo há amor, respeito, essas diferenças não incomodam, pelo contrário elas vêm para enriquecer e fortalecer o casal. Qta coisa não aprendi com o meu marido, sobretudo o diálogo! Ele vem de uma família que dialoga, já eu venho de uma família que somente um falava, dominava sobre o outro e eu trouxe isso pro meu casamento, só eu queria falar, rs, queria ser a figura dominante, mas com o tempo aprendi que dialogar é muito mais prazeroso e enriquecedor para o casal. Tem uma frase de Felipe Aquino que carrego sempre comigo: "a discussão é a luta de dois egos orgulhosos, o diálogo é o encontro de duas almas queridas". Casar pra ser feliz não é o caminho, o caminho é casar para fazer o outro feliz, a felicidade é recíproca, sai de um vai pro outro e retorna pra vc! São as bençãos e os milagres que trazem o Sacramento do Matrimônio para a vida do casal, duas pessoas tão diferentes que se unem em nome de um amor... é coisa de Deus mesmo!
    Ótimo post!
    Grande beijo e uma ótima semana! =)

    Vivendo e Aprendendo
    Fotos e Prosas

    ResponderExcluir
  5. Fernanda, muito obrigada pela sua visita lá no blog! Já vim aqui conhecer o seu e amei :-) Que post mais maravilhoso porque fala exatamente como é a vida de casada! São duas pessoas inteiras fazendo que haja complementação em suas existências, e aí já viu, o companheirismo vai lá no alto, assim como o respeito, a admiração e todos os outros ingredientes para fazer um casamento feliz!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recado! ;) caso prefira, mande um e-mail para fernandamouta@bol.com.br

Linkwithin

teste